Curitiba terá forte esquema de segurança na Copa de 2014

Policiais de todas as forças estão atuando em conjunto para garantir um forte esquema de segurança para a Copa do Mundo de 2014 no Estado do Paraná, com foco em Curitiba, que será uma das sedes do mundial. Durante uma semana, em Brasília, policiais da capital estiveram reunidos debatendo projetos e esquemas de segurança visando o Mundial no Brasil. Ações especiais, táticas, logística e de inteligência foram colocadas na mesa das discussões.
Todos os envolvidos estiveram nesta semana na Comissão Especial da Copa 2014 da Câmara Municipal de Curitiba, quando detalharam os temas apresentados em Brasília. O major Arildo Luiz Dias, da Polícia Militar, revelou que virão ao Brasil policiais de todos os países das seleções para apoiar a polícia local, já que eles conhecem a realidade de suas torcidas. O tenente-coronel Cesar Alberto de Souza, que representou o secretário de Segurança Pública, falou que o efetivo da PM é de 17 mil homens, devendo a chegar a 21 mil até a realização da Copa. Informou que neste ano a segurança está sendo reforçada com mais 1.100 soldados da PM, 500 bombeiros e 500 policiais civis. Também está sendo concluído projeto para a criação de uma delegacia para o turista e os policiais estão aprendendo uma segunda língua, o espanhol, norma do protocolo do Mercosul.
O secretário municipal de Defesa Social, coronel Itamar dos Santos, lembrou que existe o projeto Família da Copa, onde diversas câmeras de monitoramento estarão auxiliando na segurança, e que, além dos policiais, existirão também equipes de segurança privada atuando nesta ação. Segundo ele, “nós discutimos os erros e acertos que foram feitos no Pan, no Rio de Janeiro. São exemplos claros de como devemos agir. Formatamos um caderno de atribuições, inclusive envolvendo o Ministério da Justiça, que nos dará apoio no sentido de alocar recursos para equipamentos e capacitação. Um legado cujos ganhos serão importantes.” A perita Gisele Floriani, da Polícia Científica, que fez parte da segurança do Pan, no Rio de Janeiro, revelou que o Paraná está preparado para atuar na área. Haverá  postos móveis, visando a liberação rápida nos casos de acidentes e um preciso esquema de prevenção de desastre em massa, seguindo normas e protocolos internacionais.
O presidente da Comissão da Copa, vereador Mario Celso Cunha (PSB), ressaltou também a importância do Corpo de Bombeiros neste processo e a união de todos os órgãos policiais. “Estaremos atuando com vistorias e ações preventivas em hotéis, restaurantes, CTs, estádio, além de áreas onde serão instalados os telões e Fanfest. Também estamos preparados para situações de incêndios, salvamentos e pânico”, lembrou o major Paulo Henrique Souza, dos bombeiros.

Fonte: Câmara Municipal de Curitiba

Data: 21/05/2010 – 18:57:20

Anúncios
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s