Copa na Arena está praticamente garantida

Apenas um “detalhe” separa Curitiba de mais um passo decisivo rumo à Copa do Mundo de 2014. O termo de ajuste de conduta com a solução encontrada para conclusão da Arena da Baixada está pronto para ser assinado. Falta a presença do governador Orlando Pessuti, que está em viagem aos Estados Unidos. Prefeitura, governo do Estado e Atlético Paranaense assinarão o documento, que será apresentado à Fifa como garantia financeira da execução das obras na Arena. O prazo se encerra no dia 2 de setembro, quinta-feira da próxima semana. N No ajuste de conduta estarão detalhes de como será a cessão ao Atlético dos títulos de potencial construtivo da área ocupada pelo estádio e a participação do Fundo de Desenvolvimento do Estado (FDE) no financiamento das obras. Os últimos entraves para um acordo dentro do governo foram resolvidos nos últimos dias. Segundo apurou o Paraná Online, a Procuradoria Geral do Estado, que resistia em dar seu aval, finalmente concordou com a engenharia financeira planejada para viabilizar a conclusão da Arena. O procurador-geral, Marco Antonio Lima Berberi, está acompanhando Pessuti na viagem aos EUA. Eles devem retornar a Curitiba na próxima segunda-feira. A comitiva paranaense está em Nova York e ainda seguirá para Washington e Orlando. A última escala, na cidade mundialmente conhecida por abrigar o maior complexo de parques de diversões dos EUA, incluindo a Disney World, vem causando polêmica. A primeira-dama Regina Pessuti e a esposa de Berberi integram a comitiva. “Garantido” Autoridades que participam das negociações para viabilizar a vinda do mundial para a cidade reforçaram o discurso otimista. “Hoje é possível garantir que a Copa será em Curitiba e na Arena da Baixada”, diz o vereador Mário Celso Cunha, presidente da Comissão da Copa na Câmara Municipal. O assunto, porém, ainda deve gerar muita discussão. O uso dos títulos de potencial construtivo terá que ser aprovado pelos vereadores e a participação do FDE precisa do aval da Assembleia Legislativa. “O tema é polêmico”, admite Cunha.

Fonte; Paraná On-line

Anúncios
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s