Audiência tira documento que solicita transparência sobre questões da Copa 2014

Nesta sexta-feira (3), a bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) realizou uma audiência pública que discutiu com entidades sindicais, representantes de ONGs, movimentos sociais e cidadãos questões relacionada a Copa 2014. Além dos parlamentares da bancada petista, Pedro Paulo, Professora Josete e Jonny Stica, o secretario especial para Assuntos da Copa 2014, Algaci Tulio, representando o governo do estado, também participou da audiência.

“Nosso objetivo é aprofundar o debate sobre a Copa 2014 e antecipar a questão do potencial construtivo. Neste momento importante de preparação para a Copa do Mundo, precisamos ter um cuidado especial com relação ao legado que vai ser deixado para a população de Curitiba e Região Metropolitana”, explicou o líder da bancada do PT, vereador Pedro Paulo.

A questão do potencial construtivo também foi pauta da discussão. O vereador Jonny Stica (PT) explicou quais são as implicações que a uso do potencial construtivo tem para a cidade. De acordo com o parlamentar “a questão ambiental, o patrimônio histórico e o interesse público podem ser inflacionados com a utilização do potencial construtivo”. Jonny lembrou que nove mil vagas em creches seriam afetadas, uma vez que os recursos são oriundos deste potencial. “O preço vale a pena?”, questionou o vereador. E acrescentou que “a questão central é mostrar que não há apenas uma opção, outros saídas precisam ser discutidas”, apontou.

A vereadora Professora Josete destacou que a Câmara Municipal não tem dados concretos e oficiais com relação às propostas para a Copa 2014. “A falta de dados oficiais impossibilita a fiscalização. Esperamos que esta Casa possa debater estas questões, inclusive a do potencial construtivo, de forma efetiva. Temos que fazer com que os benefícios sejam para todos e não apenas para um grupo, ou representação”, ressaltou.

Durante a fala das entidades representadas na audiência, as preocupações foram reafirmadas. Prazos, planejamento técnico e financeiro e outras possibilidades de estádios foram questões enfatizadas pelos participantes. Todos os pontos que foram para a mesa, serão compilados num documento que a bancada vai encaminhar oficialmente para as instâncias que tem competência para responder.

No mesmo documento, ainda serão apresentadas propostas de outra audiência pública tanto na Câmara Municipal, quanto na Assembleia Legislativa, onde representantes dos Tribunais de Contas da União e do Estado e os Ministérios Públicos serão chamados. Além de anexar o manifesto sobre questões da Copa 2014 elaborado pelo Fórum de Engenheiros e Arquitetos do Paraná.

As entidades Sindurbano/ CUT, Terra de Direitos, Caop direitos constitucionais – Ministério Público, Projeto Cidade em Debate (UFPR/PAR), UFPR / arquitetura e urbanismo, Prefeitura Municipal de Colombo, Movimento Passe Livre – MPL Curitiba, Sindarq-PR, IPPUC, IAB/PR, SENGE/PR, IEP, CREA/PR, Secovi/PR, Cress/PR, Regional Boa Vista / PT, CMP, Ecoforça, Sociedade Peatonal, Movimento Nacional da Luta Pela Moradia – MNLM, e os vereadores Emerson Prado e Jair Cezar (PSDB) e Julião Sobota (PSC), estavam presentes na audiência.

Fonte: <http://ptcuritiba.org.br/noticias/audiencia-tira-documento-que-solicita-transparencia-sobre-questoes-da-copa-2014/&gt;, 04/09/2010 (Notícias)

Anúncios
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s