Câmara de Curitiba aprova projetos que viabilizam obras na Arena da Baixada

Depois do empenho direto do governador do Paraná, Orlando Pessutti, que se reuniu com os vereadores, na véspera, a Câmara Municipal de Curitiba aprovou nesta terça-feira dois projetos de lei que viabilizam a reforma da Arena da Baixada e a realização da Copa do Mundo de 2014, na capital paranaense.

Por larga margem de votos, 26 a 2, foi aprovado o mecanismo de potencial construtivo, que possibilitará ao clube captar R$ 90 milhões no mercado imobiliário, para investimento nas obras. Também passou, este por unanimidade, o projeto  de isenção do ISS (Imposto Sobre Serviços), uma exigência da Fifa

Apenas dois vereadores votaram contra a adoção do potencial construtivo: Jair César  (PSDB) e o ex-jogador Aladim Luciano (PV).

“Não sou contra a Copa, mas contra a maneira como se está fazendo. O crédito não vai voltar ao município, está sendo transferido a terceiros não havendo ressarcimento”,  declarou Jair Cézar,  à Rádio CBN.

O “pacote” financeiro de ajuda às obras da Arena ainda terá que passar pelo crivo da Assembleia Legislativa do Paraná. Os deputados irão analisar a utilização do Fundo Estadual de Desenvolvimento Estadual (FDE), com forma de empréstimo à construtora que fará a reforma, e a isenção de impostos estaduais.

Fonte: UOL Esporte, Curitiba, 26/10/2010 – 13h36
Anúncios
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s