Obras da Copa. Ministério vai apurar despejos irregulares

O Ministério das Cidades garante que vai apurar as denúncias de ameaça ao direito à moradia de quem vive em áreas que serão afetadas pelas obras da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016. A apuração se limitará às obras que estiverem a cargo de estados e municípios e sob supervisão do ministério, como as de mobilidade urbana. Denúncias de despejo forçado em função das obras foram feitas por movimentos sociais, mas ganharam força quando a relatora da ONU para o Direito à Moradia Adequada, Raquel Rolnik, divulgou um comunicado. Segundo ela, remoções ocorridas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Natal e Fortaleza configuram “violações aos direitos humanos”.

Fonte: Gazeta do Povo em 08/05/2011

Anúncios
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s