Laboratório de Cartografias Insurgentes

 

 

 

 

 

 

 

http://cartografiasinsurgentes.midiatatica.info/

O Laboratório de Cartografias Insurgentes é um encontro para a produção de mapas políticos que reunirá movimentos contra as remoções e despejos que vêm acontecendo na cidade do Rio de Janeiro. Tais remoções e despejos têm ocorrido na esteira da “reorganização” da cidade visando os mega-eventos que acontecem nos próximos anos (e os que já ocorreram) e a emergência de uma nova forma de governança global das cidades.

No Laboratório de Cartografias Insurgentes militantes, pesquisadores, ativistas, comunicadores artistas e movimentos sociais se reunirão para imaginar e produzir mapas críticos e afetivos ligados às práticas produtivas e à ocupação do espaço metropolitano.

O ocultamento das ações violentas e autoritárias na construção dos megaeventos esportivos como Copa do Mundo e Olimpíadas deve ser trazido à tona. No encontro vamos abordar essa questão que é de extrema urgência para toda a população do Rio de Janeiro. O recurso à criação de mapas e a proposta de realização de cartografias junto aos movimentos de moradia urbana e das favelas nos ajuda a melhor contextualizar esses conflitos territoriais e se soma às demais formas de resistência ao projeto dos megaeventos. A “cidade dos megaeventos” está sendo implementada sem nenhuma participação daqueles diretamente afetados pelas mudanças (sejam eles moradores das comunidades e bairros, produtores culturais e movimentos sociais).

O encontro funciona como espaço de experimentações e debates que tratam das reconfigurações da cidade e das dinâmicas de resistência que lhe são correlatos, articulando-se como um laboratório em rede (Rio de Janeiro – Amazônia – América Latina) sobre política, estética e cultura.

Entendida como uma tática criativa de formações do desejo no campo social, a prática cartográfica nos remete a novos territórios, teorias e práticas. A potência do espetáculo atual que governa o mundo e os sonhos criados para escapar de seu reinado, pode ser anulado se usamos um método que consista em tomar as coisas dos inimigos para montar uma outra coisa, que ajude a combatê-lo. A organização de um novo significado que confira um sentido vivo a cada elemento faz parte da prática artística que ao utilizar diferentes mídias transforma o próprio desejo humano.

De 11 a 18 de setembro de 2011 estaremos reunidos na casa IP do morro da Conceição em duas etapas:

  • De 11 a 16: Pré-lab: oficinas, passeios, eventos de cunho prático.
  • Dias 17 e 18: Laboratório de cartografias insurgentes.

Endereço >>>> Rua Jogo da Bola, 24 – Morro da Conceição >>> Como Chegar

Apoio

Programação

SÁBADO, dia 17/09

[9:00 – 10:00] cafe da manha

[10:00 – 11:00]Oficina de comunicação não verbal.

Com: Cinthia mendonça, Duda Freire y Tati wells.

[11:00 – 13:00] – Abertura + debate.

Com: Conselho popular, Glaucia Marinho – pela moradia, Joao Gonzaga – Chiquiña Gonzaga, Rossana Tavares – FASE, Giusseppe Cocco –  Universidade Nomade, Forum Comunitario do Porto, Forum comunitario do Porto, Comité Popular da Copa e Olimpiadas do Rio de Janeiro. E otros groupos y persoas por confirmar

[13:00 – 14:00] – Almoço

[14:00 – 15:30]Apresentaçao do FIC (Fronteiras Imaginarias Culturales) junto con Pontos de Cultura.

[15:30 – 16:30]Apresentaçao do Conselho Popular

[16:30 – 20:30] – Oficina cartografías críticas y afetivas

“Nos metemos en la película: roda de referências e intencionalidades; compartilhando imaginários de arte e política.”

Entenda-se intencionalidade como a vontade de conectar cérebros, afetos e destrezas diversas: arte urbana, ativismo digital, cultura de rua, lutas comunitárias em torno do trabalho de cartografia crítica sobre as transformações que acontecem no Rio de Janeiro. Esta será a fase zero para definir um trabalho criativo a médio e largo prazo. A metodologia consistirá em apresentações em formato breve de experiências, trabalhos e referências culturais dos participantes. Haverá dois projetores e as paredes do galpão para fazermos a intervenção. Será disponibilizado um disco rígido onde compartilharemos vídeos, livros, imagens, música. Lembre-se de levar seus materiais digitais (suas referências) para apresentar e fazer intercâmbios.

– Participantes: Antena Mutante antenamutante.net (Colombia), Pablo de Soto hackitectura.net (Espanha), rio40caos.com, Bruno Tarin i-Motirõ, Cris Ribas. Por videoconferencia: Iconoclasistas (Argentina)

—–

DOMINGO, dia 18/09

[10:00 – 11:00] – café da manha

[11:00 – 13:00]Oficinas

Oficina do cartografunk: o funk tático

Um pequeno apanhado historico e politico do funk carioca. sua origem, a favela e o asfalto. Propomos práticas para potencializar o teor subversivo do funk tratando dos temas atuais como por exemplo, compôr críticas ao projeto porto maravilha. Que venham todos e tragam funks, videos e estórias pra contar.

[13:00 – 14:00] – Almoço

[13:00 – 14:00]Apresentaçao do Olimpi(c)Leaks

[15:30 – 20:30]Encerramento + Assembléia

Anúncios
Esse post foi publicado em Agenda e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s