Obras de mobilidade para a Copa chegam a R$ 660 milhões – 13/02/2012 14:50

O governador Beto Richa acompanhou nesta segunda-feira (13) o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, em uma vistoria ao estádio Joaquim Américo, do Clube Atlético Paranaense, em reformas para receber jogos da Copa do Mundo de 2014. A Arena da Baixada sediará quatro partidas da primeira fase da competição. A previsão é de que a adequação do estádio às normas da Fifa seja concluída até junho de 2013. O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, e o presidente Atlético, Mário Celso Petraglia, também participaram da vistoria.

De acordo com o governador, os investimentos em infraestrutura para preparar a sede paranaense para o torneio mundial de futebol chegam a R$ 660 milhões, com recursos do Estado, do município e do governo federal. “Estamos muito atentos ao andamento do calendário de obrigações e com a aplicação dos recursos em importantes obras de infraestrutura na capital e Região Metropolitana de Curitiba”, disse o governador.

Os trabalhos no estádio se concentram na desmontagem da cobertura (retirada de refletores, estrutura metálica e telhado) e troca das cadeiras, para adequação ao caderno de encargos da Fifa. Na visita, o governador e a comitiva também foram informados sobre a construção do novo setor de arquibancadas, do centro de imprensa, dos vestiários e da Arena Olímpica – complexo esportivo destinado a múltiplos eventos e composto por business Center, praça de alimentação, centro comercial e estacionamento para 1,9 mil veículos.

LEGADO – O governador lembrou que a realização da Copa do Mundo vai gerar oportunidades e impulsionar a economia em diversos setores em todo o Estado, além de deixar um legado de obras que vão contribuir para melhorar o trânsito em toda a Região Metropolitana de Curitiba.

Na programação do Estado estão obras orçadas em R$ 241 milhões. A prefeitura realiza obras de R$ 420 milhões. “As obras de mobilidade urbana da prefeitura e em parceria com o governo estão licitadas, algumas já iniciadas e outras em fase de conclusão”, lembrou o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci.

O Governo do Paraná programou cinco intervenções de mobilidade urbana na Região Metropolitana de Curitiba. As obras devem começar ainda no primeiro trimestre, com recursos do PAC Mobilidade – Copa 2014, segundo cronograma ajustado com o governo federal.

Os projetos são: a implantação do Corredor Aeroporto – Rodoferroviária, na Avenida das Torres (trecho em São José dos Pinhais); implantação do Sistema Integrado de Monitoramento Metropolitano; requalificação do Corredor Marechal Floriano, no trecho de São José dos Pinhais; requalificação de 136 quilômetros de vias no Corredor Metropolitano, entre Colombo a Araucária; construção das vias radiais de integração, entre Colombo e Curitiba e Pinhais e Curitiba

ESTÁDIO – O ministro do Esporte afirmou que as verbas que o Clube Atlético Paranaense necessita para as obras da Arena da Baixada estão garantidas. “Temos segurança que os recursos serão liberados”, afirmou Rebelo. “As obras aqui no Paraná estão dentro do calendário. Tenho certeza que o Estado dará exemplo de competência e todos sentirão orgulho da realização da Copa aqui”, disse Rebelo, que está visitando todos os estádios que receberão jogos da Copa do Mundo de 2014.

O Atlético Paranaense aguarda análise de um pedido de financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 123 milhões, com a intermediação da Agência de Fomento do Paraná, para realização do projeto. O presidente do Clube afirmou que está prevista para março a formalização do contrato. Os recursos serão captados pela Fomento Paraná e repassados ao clube, que dará como garantias títulos de potencial construtivo emitidos pela Prefeitura de Curitiba.

PARCERIA – O governo do Estado, por meio da secretaria de Assuntos para a Copa do Mundo 2014, firmou parcerias com entidades de classe e com a iniciativa privada (Sebrae, Senac, Sindihotéis, Faciap, entre outros) para qualificar trabalhadores para o mundial. O trabalho já envolve 30 mil pessoas que estão sendo qualificadas em cursos de idiomas e atendimento.

A secretaria também criou, no ano passado, nove câmaras temáticas com o intuito de discutir e acompanhar projetos relacionados à realização do mundial no Paraná com representantes dos governos estadual e municipal (Curitiba), da sociedade civil e de entidades organizadas.

Diversas autoridades políticas e esportivas acompanharam a vistoria da Arena da Baixada, como o senador da República Sérgio Souza; os deputados federais Fernando Francischini e Luiz Nishimori; o secretário estadual do Esporte, Evandro Rogério Roman; os secretários municipais Luiz de Carvalho (Copa 2014) e Marcello Richa (Esporte, Lazer e Juventude).

Em março, uma comitiva do Comitê Organizador Local (COL) e o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke estarão no Paraná para uma visita técnica, na qual deverão ser avaliados os projetos de infraestrutura e também a situação da Arena da Baixada. Já o presidente da Fifa, Joseph Blatter, deverá estar em abril em Curitiba, cumprindo roteiro de visitas às cidades-sede.

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=67688

Anúncios
Esse post foi publicado em copa 2014, Reportagens e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s